domingo, 1 de março de 2015

Mentirosos

Título Original: We Were Liars
Autor(a): E. Lockhart
Editora: Seguinte
Tradução: Flávia Souto Maior
Ano: 2014
Número de Páginas: 271
Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos.
Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


Opinião da Jéssica

Sinceramente, não consigo pensar na melhor maneira de descrever esse livro.
Brilhante? Genial? Triste? Objetivo? Inteligente? Impactante? Surpreendente? Acho que todos essas descrições servem.
E. Lockhart construiu um suspense impressionante. Tenho certeza absoluta que ninguém que começa a ler as primeiras páginas imagina o que o final o espera. Na verdade o livro é dividido em cinco partes e nas quatro primeiras é impossível alguém imaginar algo tão triste e inteligente como o final. Quando a verdade veio à tona fiquei completamente chocada!
Cadence Sinclair Eastman é a narradora dessa história e, como nós leitores, não imagina o final do livro. Descobrimos juntos a verdade! Ela tem dezessete anos, e aos quinze sofreu um acidente que a fez perder um pouco da memória. E como a família quer protegê-la, não revela nada do que aconteceu. Ela tem dores de cabeça intermináveis e sofre com as mentiras intrincadas nos fatos que sua mente deletou.
Cadence é de uma família tradicional muito rica. Os Sinclair tem uma ilha particular e passam todos os verões nela. E é nessa ilha que quatro crianças se juntam e formam um grupo: os Mentirosos.
Cadence, Johnny, Mirren, Gat. Todos os verões se encontram. Uma amizade linda de se ver. Os três primeiros são primos e Gat é um amigo. Cadence logo se apaixona por Gat, e Gat por Cadence. Um romance complicado, pois Gat é indiano e sofre preconceito do avô e dono de tudo, Harris Sinclair. Esse homem não gosta que sua família americana, loira e pura se misture com ninguém diferente. É ridículo, mas é determinante para a construção da história. A família Sinclair é cheia de ganância, consumismo, preconceito e superioridade. E isso tudo os leva a uma tragédia que mudará tudo!
Não posso revelar mais nada, pois qualquer coisa dita irá estragar a experiência de ler esse suspense brutal. A narrativa de Mentirosos é objetiva, direta. Cadence narra tudo de forma lírica e misteriosa. Aos poucos vamos desvendando os segredos da Ilha Beechwood e descobrindo como uma família de aparência perfeita pode ser, na verdade, uma família falha e devastada por seus próprios princípios. A reflexão que esse livro gera é de muita inteligência e metáforas. Amei o quanto me surpreendeu, o quanto me chocou, o quanto Cadence sofreu para enfrentar a dolorosa descoberta do que aconteceu no verão dos quinze. Recomendo de verdade! Vocês irão se surpreender como nunca se surpreenderam antes!


Estrelinhas
(Obs.: 5 estrelas é a nota máxima mas não indica que é um dos meus livros preferidos. As 5 estrelas e o Coração juntos que indicam um livro preferido).



Citações Preferidas

"Olhamos para o céu. Tantas estrelas. Parecia uma celebração, uma festa grandiosa e proibida que a galáxia fazia depois de colocar os humanos para dormir." Cadence (pág 34)
"Eu o amo, mas não sei ao certo se gosto dele." Cadence (pág 71)
"Seja um pouco mais gentil do que precisa ser." Mirren (pág 125)
"Sempre faça aquilo que teme." Cadence (pág 126)
"Ele era uma pessoa incapaz de forçar um sorriso, mas sorria com frequência." Cadence (pág 217)

Outras Capas


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas Resenhas