quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

A Arte De Ser Feliz


     Oiii gente, tudo bem ?
    Eu sei que eu sumi (de novo), mas final de ano, provas finais, precisando de ponto, simulado, da pra entender o motivo, né? Nesse tempo que não postei também não li nada, mas tenho algumas novidades para vocês que vou postar tudo mais pra frente.
      Hoje vim fazer uma coisa diferente ... O blog foi criado para ser uma coisa mais pessoal, com textos feitos por mim, sobre minha vida, desabafos, coisas que eu gosto. Enfim, fui dando outro rumo para o blog, com outros assuntos (que eu AMO ), mas que não era minha pretensão. E hoje me deu vontade de escrever, não sobre livros, mas sobre outras coisas, a vida talvez? Ou sobre mim? Vou falar de livros aqui também, mas só algumas citações que se encaixam. Espero que gostem!!!

A arte de ser feliz

     Já se sentiu tão feliz a ponto de querer chorar? Já se sentiu tão feliz que achou que ia explodir? Já se sentiu tão feliz que ficou sem palavras? Já se sentiu tão feliz que queria colorir o mundo? Já se sentiu tão feliz que nada conseguiu estragar isso? Já se sentiu tão feliz que queria colocar uma parte da sua felicidade num cestinho e sair distribuindo por ai? Já reparou que é bem quando você está feliz desse jeito é que tudo começa a dar certo? É quando você está feliz desse jeito que você chora. É quando você está feliz desse jeito que você explode e essa explosão afeta as pessoas, de um jeito bom. É quando você está feliz desse jeito que você coloca um sorriso na cara e sai distribuindo a felicidade por ai. É quando você está feliz desse jeito que você vê o mundo colorido. É quando você está feliz desse jeito que você vive!
    Esses dias descobri que as pequenas coisas são as mais importantes. Um sorriso, uma palavra, um gesto, um abraço ou uma conversa, podem mudar seu(s) dia(s)! Todos temos essas "mordomias", mas ninguém presta atenção! Nos preocupamos demais com coisas "grandes" que não fazem muito sentido.
" - Você me acha superficial?  
   - Bem, acho. [...] Mas eu também sou. Todo mundo é." Cidades de Papel, pág. 210


      Somos superficiais (Vou falar sobre isso uma outra hora). Nos importamos demais com as aparências. Temos medo de mudanças.
      Falando em mudanças, ta aí o (ou um dos) motivo(s) dessa felicidade que estou sentindo. Nas últimas semanas, mudei muitas coisas na minha vida. Comecei com coisas pequenas, como a decoração do meu quarto, depois o layout do blog, meu estilo de leitura, meu cabelo e depois fui mudando coisas mais permanentes como minha relação com várias pessoas, meu jeito de pensar sobre diversos assuntos, minha direção para o futuro (ainda quero ser jornalista e morar na Inglaterra), meu jeito de ver o mundo, meu jeito de ver as pessoas... Isso tudo fez tão bem pra mim! Me fez crescer de uma forma boa. Mudar faz bem, ajudar faz bem, agradar faz bem.
     Além dessas mudanças "internas" mudei com algumas pessoas também. De algumas eu precisava me afastar. Aproximei de outras e fiz o possível para algumas entenderem o quanto importante são para mim. Como alguns dos meus professores, que estão comigo a tanto tempo, me ensinaram tanto, e eu não sabia como agradece-los por isso. Então fiz um "presente" para agradecer a eles. Dei assim, do nada, devem até ter ficado sem entender, mas eu precisava fazer isso. Tenho certeza de que fez muito mais bem pra mim, do que para eles. Sabe aquela sensação de missão cumprida?
     Ultimamente estou agindo de um jeito meio arriscado. Eu penso em alguma coisa, me dá uma vontade imensa de fazer aquilo e eu não penso duas vezes antes de fazer. Como por exemplo meu cabelo (vou falar sobre isso outra hora²). E todas essas outras coisas que citei acima, foram todas feitas por impulso.
      E por estar feliz desse jeito estou gostando mais de mim, e por eu estar gostando mais de mim, as pessoas também estão. Perdi a conta de quantos elogios já recebi nessas últimas semanas. Mas não esqueço o que me falaram, nem quem me falou. Essas pessoas estão contribuindo nessa minha felicidade. Quero citar todo mundo aqui, quero falar tudo o que me falaram, cada coisa que aconteceu comigo, são coisas pequenas, que ninguém se importa, mas que pra mim fez toda a diferença do mundo. Como tirar 8,5 em matemática (haha), como receber palavras lindas de presente de alguém muito especial no amigolate, alguns sorrisos, elogios, abraços e ouvir de um dos melhores professores que eu sou a aluna preferida! Não estou me gabando nem nada, mais essas poucas coisas me fizeram tão bem que dá vontade de sair contando para todo mundo, e aqui é meu cantinho de desabafo. Não vou falar tudo aqui, porque a lista é enorme!!! 


     Pra não ficar muito grande, vou parar por aqui. Mas o que eu quero dizer para vocês é: Seja você mesmo, ignore totalmente o que te faz mal, o que te atrasa, o que não deixa você ser livre e sonhar. MUDE, mudar faz bem para todo mundo! Ah, outra coisa: você nunca vai conseguir agradar todo mundo, então agrade você! hahaha Esse foi só um desabafo mesmo, se gostaram deixem nos comentários e quando eu entrar de férias eu volto com mais resenhas, top 5, vídeos, etc. Um beeeeijo!



Tempos Modernos - Jota Quest


2 comentários:

  1. A cada dia meu orgulho e minha admiração por você só aumentam...Queria poder dizer tudo...Você é perfeita...TE ADORO....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É muito bom saber q você se orgulha tanto de mim! Espero continuar tendo sua admiração.

      Excluir

Últimas Resenhas